ENTENDA – O que é o novo Coronavírus?

Abril 3, 2020 Não Por Secretaria de Saúde de Embu Guaçu
ENTENDA – O que é o novo Coronavírus?

O que é o novo Coronavírus?

 O novo coronavírus causa doença respiratória denominada de COVID-19. Na maior parte dos casos, a doença é leve a moderada, semelhante a uma gripe. Alguns casos podem ser mais graves, principalmente em idosos e pessoas com doenças pré-existentes. Em casos extremos, o vírus pode levar a óbito.

Como é transmitido o coronavírus?

A transmissão se dá pelo ar ou por contato com secreções contaminadas provenientes de espirro, tosse, gotículas de saliva, catarro, contato próximo com a pessoa infectada (como toque ou aperto de mão), contato com objetos ou superfícies contaminadas seguido de contato com boca, nariz ou olhos.

Quais os sintomas da doença?

Febre, tosse e dificuldade para respirar. Também podem ocorrer cansaço, dor de garganta, dores no corpo, coriza, congestão nasal e diarreia.

Se tiver sintomas gripais o que fazer?

Caso tenha sintomas considerados  leves como: Tosse, espirros, congestão nasal, febre baixa.

Deverá ficar em isolamento doméstico por 14 dias, a fim de evitar a transmissão, podendo entrar em contato telefônico para esclarecimento de dúvidas e apoio profissional nas UBS do Município.

Caso tenha sintomas considerados como leves, mas seja idoso (acima de 60 anos), tenha doença crônica, gestante e puérpera.

Deverá procurar o atendimento médico na UBS mais próxima de sua residência.

No deslocamento até a unidade de saúde, recomenda-se usar máscara comum (cirúrgica), evitar o transporte público e manter as recomendações de etiqueta respiratória.

Caso não tenha máscara, solicite uma máscara na recepção da UBS se identificando.

Caso apresente sintomas considerados como moderado/graves:

Falta de ar ou dificuldade para respirar, tosse e febre.

Deverá procurar o Pronto Socorro mais próximo de sua residência.

No deslocamento até a unidade de saúde, recomenda-se usar máscara comum (cirúrgica), evitar o transporte público e manter as recomendações de etiqueta respiratória.

Caso não tenha máscara, solicite uma máscara na recepção do Pronto Socorro se identificando.

 Quais a medidas de prevenção?

  • Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com lenço descartável (etiqueta respiratória). Evite usar as mãos e se usá-las lembre-se de lavá-las com água e sabão. Se usar um lenço, jogue-o fora imediatamente e lave as mãos;
  • Utilize lenço descartável para limpar o nariz;
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, pratos, copos, escovas de dente.
  • Lave as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou use álcool gel;
  • Não realize deslocamentos e viagens enquanto estiver doente – NÃO SAIA DE CASA;
  • Evite locais com aglomeração de pessoas;

Existe vacina para o Coronavírus?

Até o momento não há vacina que confira proteção para o novo coronavírus.

O que é isolamento domiciliar?  Quais cuidados devem ser tomados no isolamento domiciliar?

Toda pessoa com sintomas respiratórios, suspeita ou confirmada para COVID-19, que não precisar ficar internada, deve permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias a partir do inicio dos sintomas, assim como os contatos intradomiciliares, mesmo que assintomáticos.

  • A pessoa com sintomas respiratórios deve permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias, contados a partir da data de início dos sintomas.
  • Os contatos intradomiciliares devem permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias, se possível afastados da pessoa com sintomas respiratórios.
  • Manter a pessoa com sintoma respiratório, se possível, em quarto individual bem ventilado.
  • Não receber visitas.
  • Limitar o número de cuidadores.
  • Limitar a circulação da pessoa com sintomas respiratórios.
  • Manter os ambientes compartilhados (cozinha, banheiro, sala) bem ventilados, com as janelas abertas.
  • A higiene das mãos deve ser praticada por todos do domicilio.
  • Ao realizar higiene das mãos com água e sabonete, utilizar, preferencialmente, toalhas de papel descartáveis para secar as mãos. Caso as toalhas de papel descartáveis não estejam disponíveis, usar toalhas de pano e trocar sempre que ficarem molhadas.
  • A etiqueta respiratória deve ser praticada por todos do domicílio: cobrir a boca e o nariz durante a tosse e espirros usando papel higiênico/lenços de papel ou cotovelo flexionado. Descartar os materiais imediatamente após o uso e realizar a higiene das mãos com água e sabão/sabonete ou álcool gel.
  • Ao compartilhar ambientes, o paciente deve usar máscara comum bem ajustada ao rosto.
  • O cuidador deve usar máscara comum bem ajustada ao rosto quando estiver no mesmo ambiente e durante a manipulação da pessoa doente.
  • Não tocar ou manusear a máscara durante o uso.
  • Trocar imediatamente a máscara, sempre que esta ficar molhada ou suja com secreções.
  • Descartar a máscara imediatamente após o uso e realizar a higiene das mãos com água e sabão/sabonete ou álcool gel.
  • Todos os resíduos (máscaras, lenços de papel, papel higiênico, entre outros) produzidos pela pessoa com sintomas respiratórios e pelo cuidador devem ser separados e colocados em saco de lixo resistente. O saco bem fechado deve ser descartado dentro do saco com o lixo doméstico. Após retirar o lixo, realizar higiene das mãos imediatamente.
  • Não compartilhar escovas de dente, talheres, pratos, copos, toalhas ou roupas de cama.
  • Talheres, pratos e copos usados no domicílio devem ser limpos com água e sabão ou detergente comum e poderão ser reutilizados.
  • Limpar e desinfetar as superfícies frequentemente tocadas, pela pessoa com sintomas respiratórios e pelo cuidador como mesas de cabeceira, cama e outros móveis do quarto diariamente com desinfetante doméstico comum.
  • Limpar e desinfetar as superfícies do banheiro pelo menos uma vez ao dia com desinfetante doméstico comum. Se não houver banheiro para uso individual da pessoa com sintomas respiratórios é necessário realizar a limpeza do banheiro a cada uso (vaso sanitário, pia, torneira e maçanetas).
  • Roupas e toalha de mão usadas pela pessoa com sintomas respiratórios e pelo cuidador devem ser trocadas diariamente. Roupas de cama e toalhas de banho devem ser trocadas frequentemente. Não sacudir a roupa usada e lavar com água e sabão comum.

Quem faz parte do grupo de risco?

Ainda estamos aprendendo sobre como o COVID-19 afeta as pessoas, mas pessoas mais velhas e pessoas com condições médicas preexistentes (como pressão alta, doenças cardíacas, doenças pulmonares, câncer ou diabetes) parecem desenvolver para situações graves com mais frequência que outras.

Quem tomou a vacina de h1n1 nos últimos anos pode ser mais resistente aos sintomas do coronavírus?

Não. A vacina contra a H1N1, não protege contra o coronavírus, porém ela vai proteger contra contra outras gripes.